terça-feira, setembro 27, 2022

10 Diferenças entre Propósito e Missão, e o que fazer!

O papel da liderança sobre propósito e missão

*Kleber Nóbrega

 

 Conforme Drucker “gestão é alcançar resultados através de, e com pessoas”.

O gestor deve liderar e conduzir sua equipe a alcançar maiores e melhores resultados.

Para isso, deve lançar mão de conceitos e princípios, entre os quais a formalização, compartilhamento, e incentivo à prática do propósito e da missão organizacional.

Estes conceitos, entretanto, têm sido usados de forma confusa, conflitante, e concorrente.

Assim, coloco as questões:

  • Propósito e missão são a mesma coisa?
  • O propósito substitui plenamente a missão?
  • Até que ponto esses conceitos convergem?
  • Em que aspectos eles divergem?

Pois saiba de algo de extrema importância:

Propósito e missão andam juntos!

Ou pelo menos deveriam!

Muitas empresas e organizações confundem propósito e missão.

Assim, pergunto:

Como seu propósito está ajudando o cumprimento de sua missão?

Neste artigo trato sobre o que é propósito, as principais diferenças entre propósito e missão, exemplos, e o que fazer a respeito.

O que é missão

 

A MISSÃO esclarece o compromisso e dever da empresa para com a sociedade. Essencialmente ela estabelece o que a empresa faz, dentro de seu negócio. É a proposta para a qual, ou razão pela qual uma organização existe.

Ela deve responder às questões:

  • Quem somos?
  • O que fazemos?
  • Para quem fazemos?
  • De que modo nos propomos a fazer?

A missão deve responder, basicamente, a duas questões básicas: o que se faz, para quem se faz.

A missão pode ter um complemento, incluindo algo relacionado a como se faz, mas de forma absolutamente opcional.

Vejamos o que é cada um dos elementos:

O QUE se faz costuma ser respondido com VERBO + COMPLEMENTO. Aqui é comum incluir o tipo de solução que a empresa entrega, sendo frequente, mas não imprescindível, incluir produtos e serviços.

PARA QUEM se faz relaciona-se com o cliente, mercado alvo, ou segmento de atuação da empresa.

  1. O que se faz: verbo + complemento, podendo ser produtos e serviços
  2. Para quem você faz o que faz
  3. Opcionalmente, como se faz.

O que é Propósito Organizacional

Ao consultar um dicionário, vamos constatar que propósito é:

  • O que se quer fazer, realizar; plano, intuito, alvo: tinha como propósito mudar de cidade;
  • Grande vontade de realizar ou de alcançar alguma coisa; desígnio: ser feliz é o meu propósito de vida;
  • O que se quer alcançar; aquilo que se busca atingir; objetivo: ele tinha péssimos propósitos, por isso, foi à falência.

Propósito tem como sinônimos:

  • plano, intuito, desígnio, finalidade, intenção, alvo, aplicação, destinação, destino, efeito, escopo, expectativa, fito, intento, a propósito

Se nos ativermos apenas às respostas, digamos “técnicas”, podemos dizer que propósito é, essencialmente, objetivo.

Mas podemos ir além, e procurar entender o contexto em que o propósito tem sido utilizado em diferentes empresas e organizações.

Neste sentido, trago contribuição de Simon Sinek, em sua famosa palestra no TED Talks – uma das maiores audiências daquele programa – intitulada “Como grandes líderes inspiram ação”.

Sinek defende que um líder deve instigar as pessoas à ação através desses 3 elementos:

  1. POR QUE: a liderança deve “começar com o porquê”. Isso significa conscientizar as pessoas sobre porque fazem o que fazem;
  2. COMO: uma vez que se saiba o porquê, para responder o COMO, deve ser elaborada a proposta de valor diferenciada;
  3. O QUE: e, terceiro lugar, virão os produtos e serviços, ou seja, O QUE você vai entregar para seu cliente.

Trago aqui uma contribuição adicional ao círculo dourado, fazendo uso de 3 elementos da Identidade Organizacional: propósito, missão, valores.

  1. POR QUE: o propósito organizacional engaja as pessoas em relação a porque fazem o que fazem;
  2. COMO: os valores organizacionais orientam o comportamento das pessoas, dão diretrizes sobre como agir. Veja artigo O valor incalculável dos valores organizacionais;
  3. O QUE: a missão define o que a organização faz, indicando, de forma explícita ou não, produtos e serviços. Veja artigo Missão confusa, estratégia inadequada.

Vejamos então, 10 diferenças entre propósito e missão.

Diferenças entre Propósito e Missão

Sintetizo aqui algumas diferenças conceituais e práticas entre propósito e missão:

  1. Missão responde o que a organização faz; propósito responde por que a organização faz o que faz;
  2. Missão tem a ver com razão de ser; propósito tem a ver com causa;
  3. Missão relaciona-se com produtos e serviços; propósito relaciona-se com motivo para engajar as pessoas;
  4. Missão é racional; propósito é emocional;
  5. Missão tem foco externo; propósito tem foco interno;
  6. Missão tem enfoque comercial; propósito tem enfoque comportamental;
  7. Missão se relaciona com clientes; propósito se relaciona com a equipe interna;
  8. Missão tem a ver com negócio, operação; propósito tem a ver com coração, alma;
  9. Missão tem a ver com estratégia; propósito tem a ver com cultura;
  10. Missão provoca envolvimento; propósito provoca pertencimento.

Exemplos de propósito e missão conjuntos

Apresento, a seguir, alguns exemplos de empresas e organizações que adotam propósito e missão, de modo complementar.

 

Empresa/ Organização

Missão

Propósito

ABQ Missão: contribuir para o desenvolvimento do conhecimento em engenharia da qualidade, em gestão da qualidade e da inovação e em excelência da gestão, em benefício das organizações e da sociedade brasileira Propósito: Contribuir para disseminar a cultura da qualidade de modo a promover o desenvolvimento da sociedade brasileira
Airbus Missão: Somos líderes no projeto, fabricação e fornecimento de produtos, serviços e soluções aeroespaciais para clientes em escala global.  Nosso objetivo é um mundo mais conectado, seguro e próspero Propósito: To pioneer sustainable aerospace for a safe and united world.
Apple Missão: trazer a melhor experiência do usuário para seus clientes por meio de hardware, software e serviços inovadores.  

Propósito: Mudar o mundo e a forma como as pessoas se comunicam”

Best Buy Missão: Somos uma empresa em crescimento focada em resolver melhor as necessidades não atendidas de nossos clientes Propósito: Enriquecer vidas através da tecnologia
Memorial Cerejeiras Missão: Dar conforto, apoiar e orientar as famílias sobre o luto e a perda Propósito: Guiar as famílias na travessia da perda
Natura Missão: missão de promover o bem-estar-bem – relações harmoniosas do indivíduo consigo mesmo, com os outros e com a natureza Propósito: Cuidar das pessoas é propósito da marca
Nestlé Missão: Nossa missão de “Boa Comida, Boa Vida” é fornecer aos consumidores as opções mais saborosas e nutritivas em uma ampla variedade de categorias de alimentos e bebidas e ocasiões para comer, da manhã à noite Propósito: Desbloquear o poder da alimentação para melhorar a qualidade de vida de todos, hoje e nas próximas gerações
Reserva Missão: Ser um amigo, e não uma marca. Propósito: Ser um exemplo mundial de como a moda pode transformar a sociedade.
Sony Missão: Nossa missão é ser uma empresa que inspira e satisfaz sua curiosidade Propósito: “Encher o mundo de emoção, através do poder da criatividade e da tecnologia”
Starbucks Missão: “Para inspirar e nutrir o espírito humano – uma pessoa, uma xícara e um bairro de cada vez.” Propósito: “Estabelecer a Starbucks como o principal fornecedor do melhor café do mundo, mantendo nossos princípios intransigentes enquanto crescemos.”

 

Como usar propósito e missão simultaneamente

 

  1. Deixe sua missão mais associada a responder o que a organização faz. Associe o propósito de sua organização relacionada com por que a organização faz o que faz;
  2. Associe sua missão com razão de ser. Relacione seu propósito com causa;
  3. Deixe sua missão relacionar-se com produtos e serviços. Faça com que o propósito relacione-se com motivo para engajar as pessoas;
  4. Permita que sua missão seja racional. Garanta que o propósito seja emocional;
  5. Permita que sua missão tenha enfoque comercial. Garanta que seu propósito tenha enfoque comportamental;
  6. Aceite que sua missão tenha foco externo; Rejeite que seu propósito deixe de ter foco interno;
  7. Aproxime sua missão de seus clientes. Mantenha seu propósito conectado à equipe interna;
  8. Vincule sua missão a negócio, operação. Amarre seu propósito ao coração e à alma das pessoas da organização;
  9. Estabeleça sua missão a partir da estratégia. Use intensamente seu propósito associado à cultura organizacional;
  10. Use sua missão para alcançar envolvimento. Enfatize o propósito para promover sensação de pertencimento.

*Kleber Nóbrega é Consultor Organizacional especializado em Estratégia e Design de Serviços, Gestão da Servitização, Dr. Eng. Produção POLI-USP, Acadêmico da ABQ

Nota: Todas as imagens utilizadas neste artigo foram obtidas junto ao Site Pixabay.

 

Este artigo expressa a opinião dos Autores e não de suas organizações.

Siga-nos nas Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

    Posts Relacionados